• Home
  • Tag: atendimento

Reciclar o material ou a mente humana?

22 de março, dia Mundial da Água, instituído pela ONU.

Salve o ser humano e o planeta será salvo.

Ela  é a seiva do nosso planeta. Ela é condição essencial de vida de todo vegetal, animal ou ser humano. Esse dia foi criado para alerta as pessoas sobre sua importância.

São muitas as propostas feitas pelas ONGS. Mas será que as pessoas são incentivas a tomar consciência de suas atitudes e refletir sobre suas ações?

Será que  somente mostrar as imagens dos rios, mares cheios de plásticos é o bastante para que as pessoas mudem sua atitude?  

As imagens que temos às vezes parecem surreais.

Um mar de plástico – O mar do Caribe foi tomado por resíduos de plástico


Mais plástico do que peixe.

Na História da Arte, quando estudamos o surrealismo, verificamos ser a arte do inconsciente,  é enfatizado o papel do inconsciente na atividade criativa. 

O movimento propõe sair do real para o imaginário, ou seja, perceber os pequenos detalhes da vida cotidiana.

De acordo com Freud, o homem deve libertar sua mente da lógica imposta pelos padrões comportamentais e morais estabelecidos pela sociedade e dar vazão aos sonhos e as informações do inconsciente. Para ele, a arte deveria partir do irracional, pois a criatividade verdadeiramente livre provém das profundezas pouco conhecidas da psique, chamadas por Freud de inconsciente. As imagens e sensações do sonho (no próprio sonho) não se apresentam menos reais ou importantes do que as imagens e sensações do passado.

Vivemos num mundo mecânico sem prestar atenção em nossas atitudes, jogar um papel na rua se torna simples, não se preocupar em jogar o plástico no mar, pode se tornar uma obrigação.

Mas o que está em jogo, é a nossa sobrevivência, é o ir além.

Verifique que o inconsciente está submerso, como trazer a tona as verdades escondidas de nos mesmos para a consciência?

Será que precisamos reciclar a mente humana?

Guardamos ao longo dos anos, consciente e inconscientemente, inúmeras experiências, emoções, sentimentos e memórias em nossa mente. Acrescente também os incontáveis estímulos que somos expostos todos os dias através das notícias, eventos, episódios assistidos ou vividos. Reciclar a mente se torna crucial e imprescindível para quem quer acessar um estado saudável de funcionamento emocional e físico no cotidiano.

Para reciclar é preciso conhecer.

Você acha possível?

Você acredita que se o ser humano se reciclar ele vai ter mais consciência com o planeta?

Deixe seu comentário.

Arte de viver sem vícios. O manejo de gerenciar os conflitos

Esse post de certa forma é direcionado para as famílias que não sabem como lidar com o uso indevido do álcool e outras drogas. Assim, como também está relacionado a curiosidade dos adolescentes no desenvolvimento normal e aqueles adolescentes que não conseguiram sair desse ciclo ainda. Também está ligado aqueles que não sabem viver a vida.

Como gerenciar meus conflitos?

Já alguns anos, venho estudando sobre esse tema: Viver, a arte de ser criativo, mas também em meio a tudo isso o medo de morrer.

Muitos falam sobre o sentido da vida. Um dia resolvi estudar sobre a Arte, isso fez sentido para minha vida. Resolvi dançar, cantar, desenhar, pintar – flores, fazendas, por do sol…

Viver a vida

Comecei a perceber que havia uma curiosidade imensa dentro de mim, tive o desejo de usar a maconha… não deu certo.

Estudos comprovam: 
“Depois de consumir a cannabis, a pessoa pode apresentar alguns efeitos físicos, como memória prejudicada, confusão entre passado, presente e futuro, sentidos aguçados, mas com pouco equilíbrio e força muscular, perda da coordenação, aumento dos batimentos cardíacos, percepção distorcida, ansiedade, olhos avermelhados por causa da dilatação dos vasos sanguíneos oculares, boca seca e dificuldade com pensamentos e solução de problemas.”

Percebi que não encontrava uma forma de gerenciar meus conflitos, até que um dia entrei num corredor, ou morria ou saia desta situação.

Nesse depoimento desejo falar como consegui gerenciar meus pensamentos, sentimentos e atitudes.  Foi assim.. 
Encontrei uma força interior, comecei a saber um pouco mais de quem sou eu? Assim, minha história começou, deixei de ser mais uma pessoa para ser a pessoa. Para existir, com tudo que tenho e sou.

Não sei se descrevi meus pensamento como gostaria, mas entenda que sair de um lugar escuro e encontrar a luz não tem palavras para descrever a vida, a arte de viver.

Continuo tendo conflitos… mas, eles não me levam a um lugar qualquer, me levam a um lugar certo.

O desejo de viver intensamente.

Convivendo com o crime, vestindo a rua de sangue!


Certamente é essa a sensação que  muitas pessoas possuem após o crime ocorrido na Escola, na cidade de Suzano, em Minas Gerais, uma rua vestida de sangue.

O que destacar?

Os dois garotos que planejaram?

Falar sobre a pesquisa que certamente fizeram para terem conhecimento de como concretizar a ideia? 

A menina que lutou corajosamente com um deles fugindo de sua mira e saindo viva da situação? 

Da cozinheira que pensou e colocou o maior número de alunos na cozinha, protegendo-os da ira dos garotos?

Talvez o ponto central fosse esse: eles estavam irados. 

A manchete  que causa  pânico na sociedade: Jovem provoca pânico em MG ao apoiar massacre em Suzano e ameaçar escola.  A sociedade se mobilizou, chamou a policia e ele foi preso, ele deixa isso escrito na sua rede social:

“Luto é meu p… eu devia ter feito isso na Ana Mendes tmb (sic)mas precisava ter um caminhão de munição para todo mundo que eu odeio lá, enfim, parabéns aos envolvidos”, disse. “To famoso no São Pedro de novo kkkkkkkk. F… esse lugar”, completou. 

O  neuropsicológo afirma :

“A divulgação pode potencializar algumas pessoas mais vulneráveis, sugestionáveis a querer reproduzir essa ação”, afirma Antonio Serafim, diretor da área de neuropsicologia do Hospital das Clínicas (HC).

A música do musico e compositor Gabriel Pensar diz:

“A gente pensa que é livre para falar tudo  que pensa

mas a gente sempre pensa um pouco antes de falar!

Pensa! O pensamento tem poder.

Mas não adiante só pensar. Você também tem que dizer!

Porque as palavras tem poder.

Mas, não adianta só falar. Você também tem que fazer! Faz!”

Música:  Se liga aí. (2001)

A falta de consciência nas pessoas de quem elas são, repercute mal nas suas atitudes. Pensar é poder, mas você tem que dizer, mas você tem que fazer.

Parece que os garotos não pensaram, não falaram e somente fizeram. Entrando assim no piloto automático. Jogaram, viveu um processo de identificação e passaram para ação. Não teve quem os barrassem, parece que nada os afetavam.

Suas atitudes podem transparecer o ódio contido em vista de sua não existência, todo mundo tem um pai, talvez eles tivessem, mas não era o suficiente.

Não tinham uma mãe boa suficientemente boa.

Então, de quem é a culpa?

Talvez da falta de casa, de estrutura, e essa falta já alguns anos vem acontecendo.

Fiz um atendimento para um adolescente de 10 anos,  ele não pensava, mas agia, agia para ser alguém, assustava as pessoas para amentrontar.  

O que seria oportuno ocorrer é o processo de autoconhecimento, que as famílias buscassem mais o diálogo e assim poderíamos ter esperanças em uma sociedade onde o amor fosse conhecido.

Pensar sempre, falar sempre, ter atitude baseada no processo de realização do bem.

Vamos fazer a corrente da atitude certa.

WhatsApp chat