Seu filho é curioso?

A Curiosidade pode levar as pessoas  ao uso indevido do álcool e drogas?

Essa pergunta gera muitas respostas.  Primeiro, a adolescência é marcada por uma fase de muitas experiências e para os pais é um desafio acompanhar todas as mudanças.

Uma delas é o desenvolvimento corporal, outra é o envolvimento com o grupo e para ser aceito o adolescente aceita as regras que o líder do grupo impõe.

Uma segunda respostas seria que na fase da juventude  existe essa crença:

“A melhor fase da vida, a juventude, é o momento das conquistas, a época das grandes viagens, a realização de sonhos. Ou pelo menos é isso que sempre ouvimos falar. Entretanto a realidade da maioria dos jovens é bem distante deste conto de fadas mal explicado.” O jovem talvez busque a droga para acalmar seus pensamentos, temos também a palavra “desacelerar” os desejos e as ideias.

Uma terceira resposta é que na fase adulta para alguns autores tem início aos vinte e um anos de idade. Neste período, as mudanças que ocorreram na adolescência já se estabilizaram e a responsabilidade aumenta bastante.

Assim, se a responsabilidade não foi efetivada, os pais perdem o controle da situação, ou seja, o desenvolvimento do seu filho fica nas mãos de outros, pois ele vai buscar a identificação de papéis fora da estrutura familiar.

Em muitos casos, a pessoa já está financeiramente independente dos pais, parcial ou completamente, e já ingressou no mercado de trabalho. Na fase adulta as pessoas tendem a traçar suas metas e objetivos, se casam, têm filhos e planejam o futuro a partir das experiências vividas e expectativas de desejos a serem alcançados.

A fase adulta é a etapa mais longa da existência do ser humano e precisa receber maior atenção devido à diversidade de desafios colocados aos indivíduos neste período. Logo, compreender as interações que perpassam o fenômeno da vida adulta em cada ser humano é entender o processo de desenvolvimento, com seus aprendizados e singularidades. É a fase de firmar o seu papel na sociedade com responsabilidades, direitos e deveres e necessidades e desejos de novas conquistas.

Fica a reflexão. Caso seu filho não tenha responsabilidade, não tenha metas, sua curiosidade não o leva a concretizar seus pensamentos fique ligado, ele pode estar sinalizando para você que precisa de ajuda.

Aconselhamento em dependência química é fundamental.

Conheça o Programa: Arte de viver sem vícios.

Maria de Lourdes Batista

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat