• Home
  • Archive by category "Sem categoria"

Fique por dentro

Vamos resolver os Conflitos Familiares?

O Programa os conflitos familiares trabalha com a psicologia do desenvolvimento e processos de criação para o autoconhecimento e gerenciamento dos conflitos.

O que é trabalhado:

é um processo de aprendizagem com o uso da Psicoeducação, que é uma intervenção terapêutica para compreensão do transtorno e como será o seu tratamento, incluindo o conhecimento dos aspectos emocionais, capacitando as pessoas bem como os familiares, a enfrentar com  situações praticas as questões  vivenciadas pelo paciente nos momentos de conflitos e tensões. Visa buscar uma ordem interna, compreendendo  também a ordem que o mundo  expressa para o ser humano. Auxiliando no posicionamento da criança, do adulto e da família frente as informações que recebemos.

Temas: Traumas, sentimentos de não existência e ansiedade.

Acesse: https://www.apsicologiaonline.com.br/produto/programa-arte-de-viver-gerando-conflitos-familiares/

Para quem é meu Trabalho

Para quem tem conflitos

 Vou começar  destacando essas 05 frases que  podem acabar com qualquer conflito segundo alguns autores.  

1. Sim, tem razão… 

Cria possibilidades do outro passar a escutar, a ter um diálogo

 2. Como posso resolver esse problema?
Se isso ocorrer no trabalho busque informações para que o erro seja reparado.
 3.Vamos ver isso de uma perspectiva diferente.
Analise o problema de vários ângulos. A possibilidade de resolver a tensão é maior.
 

4. Bem, eu entendo você!  

Essa frase quebra um ciclo de mal entendidos. Será o primeiro passo para resolver o conflito sem discutir ou gritar.

5. Vamos dar uma pausa, refletir e depois decidimos. 

Dar uma pausa, respirar, ajuda na relação. O conflito poderá terminar naturalmente. 

 Como acontece os conflitos?  

As pessoas sempre fazem perguntas, e as vezes não encontram ou não querem encontrar respostas. Parece que a vida é feita de problemas, de doenças, de discussões e do sentimento de não ser amado(a).  

O que  importa é saber lidar com cada situação, como gerenciar o mal estar que se estabelece, quando  os dois não querem baixar a guarda. 

No relacionamento conjugal os filhos que saem prejudicados, pois o casal discute na frente deles. Causando alguma dificuldade posterior. 

Conheça o Programa 

A Arte de viver sem  CONFLITOS.

Maria de Lourdes Batista

 

 

Seu filho é curioso?

A Curiosidade pode levar as pessoas  ao uso indevido do álcool e drogas?

Essa pergunta gera muitas respostas.  Primeiro, a adolescência é marcada por uma fase de muitas experiências e para os pais é um desafio acompanhar todas as mudanças.

Uma delas é o desenvolvimento corporal, outra é o envolvimento com o grupo e para ser aceito o adolescente aceita as regras que o líder do grupo impõe.

Uma segunda respostas seria que na fase da juventude  existe essa crença:

“A melhor fase da vida, a juventude, é o momento das conquistas, a época das grandes viagens, a realização de sonhos. Ou pelo menos é isso que sempre ouvimos falar. Entretanto a realidade da maioria dos jovens é bem distante deste conto de fadas mal explicado.” O jovem talvez busque a droga para acalmar seus pensamentos, temos também a palavra “desacelerar” os desejos e as ideias.

Uma terceira resposta é que na fase adulta para alguns autores tem início aos vinte e um anos de idade. Neste período, as mudanças que ocorreram na adolescência já se estabilizaram e a responsabilidade aumenta bastante.

Assim, se a responsabilidade não foi efetivada, os pais perdem o controle da situação, ou seja, o desenvolvimento do seu filho fica nas mãos de outros, pois ele vai buscar a identificação de papéis fora da estrutura familiar.

Em muitos casos, a pessoa já está financeiramente independente dos pais, parcial ou completamente, e já ingressou no mercado de trabalho. Na fase adulta as pessoas tendem a traçar suas metas e objetivos, se casam, têm filhos e planejam o futuro a partir das experiências vividas e expectativas de desejos a serem alcançados.

A fase adulta é a etapa mais longa da existência do ser humano e precisa receber maior atenção devido à diversidade de desafios colocados aos indivíduos neste período. Logo, compreender as interações que perpassam o fenômeno da vida adulta em cada ser humano é entender o processo de desenvolvimento, com seus aprendizados e singularidades. É a fase de firmar o seu papel na sociedade com responsabilidades, direitos e deveres e necessidades e desejos de novas conquistas.

Fica a reflexão. Caso seu filho não tenha responsabilidade, não tenha metas, sua curiosidade não o leva a concretizar seus pensamentos fique ligado, ele pode estar sinalizando para você que precisa de ajuda.

Aconselhamento em dependência química é fundamental.

Conheça o Programa: Arte de viver sem vícios.

Sucesso

A pessoa que deseja fazer sucesso, ela aplica  esses passos:

O modelo de sucesso dedica aproximadamente 25% da energia
psíquica e física ao futuro. Criando deliberadamente imagens positivas e,
em menor quantidade, também imagens negativas do que pode acontecer.
Discutindo e planejando ações futuras. São imagens extraordinárias das
coisas boas que estão sendo plantadas no cérebro.

A pessoa ela vive a máxima que diz: tem poder que age, Paulo Vieira, porém vemos que ela também aprende com os erros do passado. E que planeja
detalhadamente o futuro, entendendo que ela não apenas age, mas age
certo, no tempo certo. De fato, ela dedica aproximadamente 65%
de toda a sua energia física e psíquica à ação. Se fôssemos atribuir uma
palavra definidora a essa pessoa, a palavra seria AÇÃO.

Fica a dica, se tiver alguma dificuldade de ser uma pessoa de sucesso entre em contato conosco. 

Como lido com as minhas perdas?

Encontrei essa frase em um artigo: “Quando a vida nos coloca uma oportunidade, sugerindo deixarmos o estado de segurança e conforto em que nos encontrávamos, fazer uma escolha pode não ser algo simples. A proporção da mudança será maior ou menor segundo seja a disposição do ser em correr riscos.” A expressão correr riscos chama atenção em vista de fazer um convite; saia da sua zona de conforto, expressão que também se tornou habitual.

Em toda escolha há perdas e ganhos, portanto, uma escolha é também uma renúncia.

Quando percebemos que vamos perder algo diante de uma escolha, as vezes não realizamos tal escolha, não buscamos tal consciência e assim deixamos a vida no levar.

Veja essa informação: “Estudos mostram que, em média, 70 decisões são tomadas em um dia comum, ou seja, estamos fazendo escolhas a todo momento, escolhemos o que comer, que roupa vestir, o modo como nos comportaremos, o que vamos falar, e de que maneira falar. É claro que se pode classificar as escolhas mediante seu grau de complexidade, tendo-se em conta o tamanho de sua repercussão na vida.”

É certo que todo ser humano tem em si mesmo a capacidade de perceber o que deve ou não fazer. Porém, procrastinamos e perdemos o foco, deixando de lado o essencial.

O essencial.

As vezes não conseguimos dar nome para o essencial, é preciso fazer um processo de autoconsciência para viver com o essencial e perceber os ganhos obtidos.

É preciso abrir mão do que não presta e nos dedicar àquilo que é essencial.

Como você lida com as perdas?

Deixe aqui seu comentário.

 

27 de agosto, dia da Psicóloga

Deixo aqui os meus parabéns a todos os companheiros de profissão.

Um Obrigada a todos que valorizam e sabem a importância da psicologia nos dias atuais.

 

Depoimento de uma paciente.

“Fiz terapia durante 12 meses. No inicio tive muita dificuldade em me abrir, em aceitar as mudanças e a ouvir. Passado um tempo comecei a notar uma pequena melhora no meu jeito de agir e pensar diante de tantos problemas que estava passando. Pensei por muitas vezes desistir da terapia, mas me mantive firme. E quando minha psicóloga me deu alta, juro que queria continuar ali. Hoje vejo o quanto tudo valeu a pena, faria tudo de novo. Todos nós precisamos nos dar essa oportunidade. Hoje me sinto muito mais segura, apta a decidir corretamente. Vivo mais tranquila, feliz e leve. Dou ao problema o tamanho que ele realmente tem.”.

 

 Quem tem comandado sua mente?

Use o poder de sua mente a seu favor

Quem tem comandado sua mente?

Você tem usado a sua mente a seu favor?

Tudo tem início na mente, um pensamento positivo ou negativo pode dizer muito sobre você, e pode também, te conduzir por um caminho ao qual, você queira ou não trilhar.   Limpe sua mente de toda a manipulação dos outros e da sociedade, de situações tóxicas também.

ABRA sua mente para receber coisas que vão te acrescentar, seja na sua vida, na sua família e no seu ambiente de trabalho.

Pense positivo!  Pense por você!

 Seja aquele que tem o controle da sua mente. Ela não pode, e nem deve ser controlada pelos  pensamentos dos outros. Ela pode intervir em tudo, sejam em relacionamentos, situações inusitadas, problemas e até mesmo em sua saúde. Saiba que tudo tem dois caminhos, dois lados e cabe a você decidir, se quer um caminho leve ou pesado, fácil ou difícil. Nos dias atuais, tem sido mais fácil reclamar da vida, dos problemas… Você já pensou em mudar o seu jeito de agir e pensar?

Tenha ciência, que se você tem motivos para reclamar, também tem para agradecer. Portanto, comece a abrir sua mente e veja as coisas boas ao seu redor, perceba também o valor das  pequenas coisas. As coisas tem o tamanho que você enxerga.

Busque inspiração nas pessoas.

Veja que ao seu redor, existem pessoas com problemas maiores que o seu e nem por isso só enxergam o problema. Procure ver o lado bom das pessoas, busque exemplos em pessoas em que você vê verdade e felicidade, que saibam conviver com os problemas, sem que eles se tornem tudo de  negativo.

Tudo que você  absolver, automaticamente transparecerá nas suas atitudes. Tenha  coisas boas e seja  produtivo. Se sua mente vive atribulada, negativa, solitária, sua saúde também irá transparecer isso.

Não perca o controle. Elimine os traumas, elimine a dependência, busque autoconhecimento, autocontrole e auto responsabilidade.

Busque ajuda para lidar com todas as situações de seu dia. Fale, expresse, tenha alguém para conversar e te ajudar a ter uma mente saudável, forte e positiva.

http://Acesse: http://www.apsicologiaonline.com.br/atendimento-online/

Como Lidar com a Ansiedade

10 passos para verificar seu grau de ansiedade.

  1. Escreva. Pegue papel e caneta e escreva tudo que lhe vier à cabeça. Depois jogue tudo fora.
  2. Observar o presente. Direcione sua atenção para o momento presente e o ambiente externo. Às vezes ficamos inquietos com relação ao futuro.
  3. Relaxe. Pense em alguma coisa que lhe dê muito prazer e esteja acessível: uma comida, uma fruta, sorvete, banho quente, etc. Faça a sua escolha, sinta prazer no que for possível e fique usufrua da melhor maneira possível.

4) Exercício de integração dos lados direito e esquerdo do cérebro. De pé, sucessivamente levante um joelho e toque-o com a palma da mão do lado oposto, isto é, palma da mão direita no joelho esquerdo e vice-versa, depois faça o mesmo para a outra perna/braço. Comece devagar e vá aumentando a velocidade gradativamente.

5) Acredite. Às vezes não agimos por falta de uma crença na possibilidade de achar uma solução.

6) Ria – Veja, assista ou leia algo de humor. O riso alivia.

7) Autoconhecimento. Ligue a “câmera mental” e procure informações sobre o que está acontecendo internamente. Você pode fazer perguntas: “Em que estou pensando?” “O que estou imaginando?” “Que filme estou repetindo?”

8) Algo de bom. Pergunte-se: “O que essa emoção pode conter de benéfico para mim?” Apenas escute a resposta.

9) Gaste energia –  Faça uma caminhada, corra, dance, vá para a academia ou pratique um esporte, massagem, escute uma música, viva sua espiritualidade.

10) Espere passar – Tem coisas que acontecem com as quais não precisamos fazer nada, apenas esperar, como um temporal.

Fonte: Virgílio Vasconcelos Vilela

WhatsApp chat