• Home
  • Archive by category "Programas"

Reciclar as Emoções e sentimentos.

As emoções são respostas neurais para estímulos externos, enquanto os sentimentos são respostas às emoções.

Emoção e sentimento são considerados movimentos diferentes tanto para o psiquismo como para a psicologia.

O ser humano está em processo permanente de transformação e estar consciente disto ajuda a reciclar, libertar as emoções e situações não resolvidas, dando espaço para cada momento novo, aqui e agora. Ter uma vida sustentável emocionalmente é ser capaz de se sentir antes de pensar, é descartar os lixos emocionais, não deixando Gestalten abertas

Emoções

Muitas pessoas confundem emoção e sentimentos. Qual a diferença entre as duas, isso pode ajudar você a ganhar mais equilíbrio sobre nossa vida.E

Paul Ekmann, um dos primeiros psicólogos a pesquisar as emoções e a linguagem corporal, reconheceu as emoções de tristeza, alegria, raiva, desprezo e nojo. O que elas têm em comum é que são reações diretas e rápidas à circunstâncias do ambiente e da vida.


A palavra emoção vem do latim emovere.

O ‘e’ significa ‘energia’ e ‘movere’ significa ‘movimento’.

Toda emoção, que normalmente percebemos e usamos de forma negativa, existe para nos ajudar a movimentar nossa vida, a MUDAR o que não está bom ou em desequilíbrio. E se não movemos todas essas energias para fora, elas acabam gerando doenças ou dores dentro de nós.”.

Uma emoção é um conjunto de respostas químicas e neurais baseadas nas memórias emocionais, e surgem quando o cérebro recebe um estímulo externo. O sentimento, por sua vez, é uma resposta à emoção e diz respeito a como a pessoa se sente diante daquela emoção.

Emoções e sentimentos

As emoções dão origem aos sentimentos, esses dois tipos de reação estão totalmente relacionados entre si. Da mesma forma que uma emoção desperta um sentimento, um sentimento é capaz de gerar mais emoções da mesma espécie.

Ter consciência de suas atitudes e dos seus sentimentos , é fundamental para se recuperar de uma emoção ou sentimento negativo. Esse processo possibilita o equilíbrio emocional.

As emoções são reações inconscientes, enquanto os sentimentos são uma espécie de juízo sobre essas emoções.

Dei uma resposta agressiva para alguém, logo vou pensar, “não fui correto”, poderia ter sido mais educado.

A pessoa fez uma pergunta, você não gostou dela e logo já deu uma resposta que machucou a outra pessoa. Brotou o sentimento de culpa, de tristeza …

Origem

As emoções e sentimentos acontece já na vida intrauterina. É cientificamente comprovado que as emoções e sentimentos dos pais são transferidos para o bebê durante a gestação: todos os medos, tristezas, raiva, alegrias, amor e culpa que os pais sentem também são sentidos pelo bebê.

A partir dessas experiências e até os sete anos de idade, a pessoa desenvolve seus programas emocionais. É nesse período que ele registra e interpreta todas as emoções e experiências de acordo com seus sentimentos, transformando suas interpretações em padrões emocionais e comportamentais que podem refletir por toda a vida.

As emoções como medo, raiva, tristeza e alegria podemos dizer que fazem parte do desenvolvimento de todo ser humano e está diretamente ligada a sua sobrevivência.

Quando bem direcionadas, servem para impulsionar e proteger a pessoa de diversas situações do dia a dia.

Se faz necessário melhorar e desenvolver suas emoções. Nossa inteligência emocional pode ser desenvolvida, treinada e aprimorada por meio da construção de novos hábitos, novas formas de pensar e se comportar e de ser no mundo.

Se você quer desenvolver sua capacidade de lidar melhor com as emoções e seus sentimentos, conheça nossos programas , são 10 sessões trabalhando A Arte de Viver sem vícios, sem ansiedade, gerindo os conflitos na família.

A emoção e os sentimentos auxiliam no uso das habilidades interpessoais e do autoconhecimento.

Fique por dentro

Vamos resolver os Conflitos Familiares?

O Programa os conflitos familiares trabalha com a psicologia do desenvolvimento e processos de criação para o autoconhecimento e gerenciamento dos conflitos.

O que é trabalhado:

é um processo de aprendizagem com o uso da Psicoeducação, que é uma intervenção terapêutica para compreensão do transtorno e como será o seu tratamento, incluindo o conhecimento dos aspectos emocionais, capacitando as pessoas bem como os familiares, a enfrentar com  situações praticas as questões  vivenciadas pelo paciente nos momentos de conflitos e tensões. Visa buscar uma ordem interna, compreendendo  também a ordem que o mundo  expressa para o ser humano. Auxiliando no posicionamento da criança, do adulto e da família frente as informações que recebemos.

Temas: Traumas, sentimentos de não existência e ansiedade.

Acesse: https://www.apsicologiaonline.com.br/produto/programa-arte-de-viver-gerando-conflitos-familiares/

Para quem é o meu trabalho

Para quem tem vícios

Que tipo de vício você tem? Num primeiro momento você pode dizer, nenhum. Não bebo, não fumo, não uso drogas.

Leia essa história:

Um amigo que mora na Nova Zelândia me mandou um e-mail
no qual dizia que achava que ia morrer naquele ano. Imediatamente
liguei para ele para saber o que estava acontecendo e como ajudá-lo. Na
conversa, ele me confidenciou: “Estou viciado”. Para mim aquilo foi
muito estranho, pois ele sempre foi atleta e nunca bebeu nem fumou.
“Como assim?”, perguntei. Ao que ele respondeu: “Você sabe que no
Brasil eu era paraquedista, e que aqui na Nova Zelândia eu também faço
base jumping”. Ele continuou: “Até aí tudo bem, a questão é que no base
jumping o objetivo é ficar em queda livre o maior tempo possível e abrir
o paraquedas o mais perto do chão que puder. E quanto mais perto do
chão mais adrenalina. Já bati seis vezes meu recorde este ano”. Foi
quando ele começou a chorar: “Perdi meus dois melhores amigos nesse
esporte e acho que sou o próximo”. Sem compreender, eu disse: “Ué,
basta liberar o paraquedas longe do chão”. Ainda abalado ele disse: “Você
não está entendendo, estou viciado em adrenalina e em perigo. Eu não
consigo abrir minha mão e soltar o paraquedas até que eu tenha a carga
de adrenalina de que preciso. É vício. Foi assim que meus amigos morreram e eu serei o próximo.

Vícios emocionais que atrapalham no relacionamento

Listo aqui os vícios emocionais

Vitimização ( )
Raiva ( )
Problemas ( )
Estresse ( )
Controle ( )
Ajudar os outros ( )
Atividade constante/não se permitir parar ( )
Tristeza ( )
Doença ( )
Solidão ( )
Abandono ( )
Ser traído ou trair ( )
Ser pobre ou ter dificuldade financeira ( )
Eternos recomeços ( )
Ser maltratado ( )
Ser lesado ou passado para trás ( )
Medo ( )
Agradar aos outros ( )
Trabalhar e produzir compulsivamente ( )
Gastar dinheiro ( )

Agradar aos outros ( )
Trabalhar e produzir compulsivamente ( )
Gastar dinheiro ( )

Então, o que ocorre é que em menor ou maior escala todos nós somos viciados em alguma coisa.

O primeiro passo é admitir, o segundo, procurar compreender esse processo de viver viciado, e o que isso está te causando.

Com ajuda do meu trabalho, você vai descobrir como lidar com o seu vício, e poder fazer escolhas para dar mais sentido a sua vida.

Leia mais sobre para quem é meu trabalho:

https://www.apsicologiaonline.com.br/categoria-produto/projeto-arte-de-viver/

Arte de ser Feliz

Você leu no topo do meu site a frase “Arte de Viver”, isso é o que faço no meu trabalho. E você pode ter pensado: como é possível viver e ser feliz ?

Mas para você entender melhor, podemos dizer que meu trabalho é:

Para você quem tem conflitos

Para você que tem ansiedade

Para você que tem vícios

Para você que deseja ser feliz.

Sou Psicóloga, e já alguns anos ajudo as pessoas a desenvolver suas habilidades para solucionar os seus conflitos.

Como acontece o meu trabalho?

A proposta é o encontro consigo mesmo.

Estamos rodeados de emoções e comportamentos difíceis de trabalhar: ansiedade, insegurança , vícios e dificuldades nos relacionamentos.

Acesse no nosso site e conheça mais sobre os programas:
viver sem ansiedade 
sem vícios 
sem conflitos familiares.
https://www.apsicologiaonline.com.br/

WhatsApp chat