Redes sociais e o casais

A revista Veja trouxe uma notícia sobre a influência das redes sociais na vida dos casais.

Apesar dos altos riscos envolvidos, alguns profissionais acreditam que as redes sociais podem ser usadas de forma saudável.

Como lidar com a internet:

1.Ter diálogo quando houver alguma insegurança em uma das redes sociais.

2.Ter privacidade, mas autenticidade na relação.

3.Nada de mentiras. Tudo um dia é descoberto.

4.Pense nas suas escolhas ao fazer alguma pesquisa no google.

Outra reportagem é que achei pertinente é sobre a revista Cláudia, trazendo uma pergunta:

Você é ainda feliz na sua relação?

Caso não saiba a resposta, aqui vai um exercício de reflexão: questione-se a respeito de sua relação, pense se ela lhe faz mal ou bem, ponha na balança seus aspectos positivos e negativos. Lembrando que um relacionamento não precisa ser perfeito o tempo todo, pois a vida não é um comercial de margarina e a alternância entre momentos de maior ou menor felicidade é natural.

O que você achou da resposta?

Querido(a) leitor(a) caso precise alinhar o seu relacionamento eu tenho uma ferramenta que vai te ajudar muito, o curso Relacionamentos Saudáveis.

Entre em contato:

[email protected]

Como vai o relacionamento com seu filho?

04 pontos essenciais.

01. Presença paterna

02. Olhar postivo

03. Estimular a convivência entre o papai e mamãe

04. Mamãe não compare seu filho com ninguém.

Se seu filho tem problemas de aprendizagem, na leitura e na escrita, verifique sua saúde emocional e faça estimulação cognitiva para ver se ele tem uma resposta ao tratamento.

Busque ajuda mamãe e papai.

Maria de Lourdes Batista

Psicóloga

Pais e filhos, de bem com a vida.

04 pontos para ajudar você no Autoconhecimento

A Procura de si mesmo

  1. Olhar no espelho.

A procura de si mesmo pode ser comparada a uma viagem onde a pessoa vai percorrer seu mundo interior. Vai encontrar sua personalidade, seu jeito de ser e de viver.

2. É preciso se encontrar

Ao embarcar nesta aventura do autoconhecimento, é certo de que é uma busca contínua, em cada processo a pessoa consegue uma estrutura, coloca-se em ordem, assumindo sua própria vida .

Ela começa a dar nome aos sentimentos, aos pensamentos e começa a agir de forma mais plena.

3. Tem a consciência que o processo é contínuo.

Este processo vai de encontro ao outro, pois o segredo da vida em sociedade é saber tratar o outro como pessoa. O ser humano é que dá sentido ao mundo, esta frase representa a chave do bem viver, de se comunicar, de se encontrar.

O outro é o meu desafio constante.

4. Descobertas

Temos em nosso caminho de descoberta uma área importante, a sensibilidade . A sensibilidade é comparada a uma fita magnética que registrou todo o nosso passado desde a concepção, passando pela infância e adolescência, juventude e a fase adulta, (dependendo da sua idade).

Ela se sente ferida sempre que algum fato nos remete ao passado, ao presente e ao futuro. É preciso fazer um caminho de crescimento, de perceber como estou vivendo?

Sabe aquele rancor, aquela mágoa, aquele sufoco, aquela bola que sobe e desce? É a sensibilidade ferida, marcada.

A sensibilidade conta com o suporte fisiológico que é o Sistema Nervoso. O sistema nervoso é responsável pela maioria das funções de controle em um organismo, coordenando e regulando as atividades corporais. O neurônio é a unidade funcional deste sistema.

Assim, tudo que mexe com a sensibilidade é também somatizado pelo corpo.

Como é uma pessoa sensível?

Às vezes não é fácil. Em muitas situações é difícil se encaixar em um mundo com tantos altos e baixos, muito barulhento, egoísta e desonesto. Os sentidos das pessoas com alta sensibilidade, ou pessoas altamente sensíveis, (PAS) são tão vulneráveis ​​quanto privilegiados.

Como você se encontra neste caminho de descobertas?

Boa caminhada.

Cada ser humano é um pequeno universo com um potencial de recursos incalculável, habitado por um dinamismo de crescimento que o impulsiona a realizar-se e ser feliz”
André Rochais

Relacionamentos Saudáveis

As vezes não temos tempo para nada, nem para perceber que precisamos parar no sinal… brincadeira.

Este sinal seria sua vida, parar e verificar como ela se encontra.

Foi pensando nesta parada e atendendo casais por causa de seus filhos que criei este curso.

Um Curso de 04 semanas, através de Analise Pessoal para ajudar os casais no processo de autoconhecimento e resolução de conflitos.

Nos jornais, nas revistas, nas mídias, o que mais aparece?

Você pode junto comigo responder: filhos agressivos, adolescente que mata uma criança sem defesa, brigas de casais e outros fatos que sempre são noticiados.

Como professora, lecionando, verifico que as crianças possuem muitas dificuldades de interpretação e de socialização. Há muita conversa na sala de aula.

Como psicóloga atendo pais que não conseguem entender a demanda de seus filhos na escola, principalmente em relação a escrita e a leitura.

Foi pensando nos pais que fiz este curso, é um mini-instrumento para dar aos casais uma oportunidade de se conhecer.

De dar uma parada.

As vezes os casais não tem tempo de procurar um atendimento, ou um aconselhamento para ajudar na resolução dos conflitos no cotidiano.

Este curso, é como um diário de crescimento, para cada um avançar na compreensão de si mesmo. Para perceberem que o casal precisa avançar com humildade e vigilância no processo de amadurecimento pessoal e conjugal.

Assim, vão colaborar no crescimento de seus filhos.

Objetivo do curso

Gerir seu próprio crescimento, buscando um desenvolvimento da personalidade, tornando-a mais agradável.

Procurando conduzir sua vida fazendo luzes sobre o que acontece em nós (casal) e na família.

Temas abordados

Na primeira semana, analisaremos uma sequência da Compreensão do que é Amar.

Na segunda semana, vamos trabalhar sobre a Criatividade na relação, criando condições para um ambiente vitalizante.

Na terceira semana, um dos trilhos importantes, Como está a sua Afetividade?

Na quarta semana vamos chamar atenção sobre a Necessidade de ser Amado.

No final cada participante (casal) poderá fazer uma conclusão sobre os pontos que mais se destacaram nesta caminhada de gerir seu crescimento para obter Relacionamentos Saudáveis gerindo os conflitos.

Para adquirir clique no link:

Maria de Lourdes Batista

Psicóloga Clínica

Saúde Emocional na família

Hoje, assisti novamente o documentário do artista Vik Muniz com o tema : Lixo Extraordinário. Digo novamente pois já assisti várias vezes. Sempre que assisto me emociono ao verificar a atuação da arte na vida das pessoas e como as mudanças acontecem quando temos um apoio, um incentivo de alguém para que a transformação aconteça.

Para que exista mudança, a criatividade é ponto fundamental. Assim, a produção artística de Vik Muniz é reconhecida em todo o Planeta e a sua criatividade incomum é notável.

Em muitas pessoas esta criatividade está travada, ou não foi treinada. A psicoeducação, e as Terapias Expressivas auxiliam muito neste processo.

A Saúde emocional é um tema que tem sua relevância no dia a dia do sistema familiar. E muitos pais não conhecessem a real função do psicólogo.

Profissão do Psicólogo como fator de Prevenção.

Ainda não é muito conhecida a profissão do psicólogo como fator de prevenção a saúde. Por exemplo, quando seu filho estiver muito quieto, ou muito agitado, e os pais conseguem conversar com ele, ou ele não colabora com o diálogo, é preciso da intervenção de um profissional.

O psicólogo na medicina preventiva é mais do que um profissional especializado em analisar o comportamento do ser humano, com o objetivo de ajudá-lo a enfrentar problemas emocionais. Além de cuidar da  saúde mental dos indivíduos, seu papel na promoção da saúde inclui identificar os fatores psicológicos que podem levar ao adoecimento e indicar as mudanças de comportamento necessárias para a manutenção da saúde.

Um aliado no combate à ansiedade

Cada vez mais, a atuação do psicólogo nas ações de medicina preventiva tem se tornado mais importante. Principalmente quando a ansiedade  e também o estresse da vida diária começam a causar alterações neurológicas, endócrinas e imunológicas que aceleram processos de doença em um número crescente de indivíduos.

Vivemos numa sociedade adoecida, e não temos a preocupação de cuidar do lado positivo de viver bem, de que podemos dar certo na vida.

Vejam o vídeo do Documentário do artista Vik Muniz.

Maria de Lourdes Batista

Psicóloga Clínica, presencial e online.

Projeto Pais e filhos, de bem com a vida.

Dicas sobre como respirar

Os especialistas indicam quatro técnicas de respiração que podem ajudar você a se sentir melhor de imediato.

1. Abdominal- Já reparou que podemos observar a movimentação do abdômen facilmente na respiração dos cães e dos bebês? Isso acontece pelo simples fato de que, quando estamos tranquilos, tendemos a inspirar e expirar lentamente, o que evidencia a extensão e a contração do abdômen. Então, experimente parar. e respirar com mais tranquilidade e profundidade, colocando a mão sobre o abdômen para senti-lo se movimentar.

2. Quadrada – Nesse tipo de respiração, a cada inspiração e expiração, existe uma pausa. Inspire por contando lentamente até quatro, depois segure o ar nos pulmões por mais quatro. Expire lentamente enquanto por quatro segundos e, após “esvaziá-los”, mantenha-se assim por mais quatro. É como se você, ao final, estivesse formando um quadrado respiratório, com quatro segundos em cada passo, daí o nome da técnica….

3. Expiração alongada A prática é semelhante à anterior, no entanto, enquanto você inspira por quatro segundos, a recomendação é expulsar o ar pelo dobro do tempo (isto é, por oito segundos). Ela é benéfica porque enquanto a inalação está relacionada ao sistema nervoso simpático (SNS), que controla o mecanismo de luta e fuga, a expiração está relacionada ao sistema nervoso parassimpático (SNP), que influencia a nossa capacidade de relaxamento.

4. Alternando as narinas Com a ajuda do dedo indicador, inspire por uma narina e expire pela outra. Na sequência, a narina que “puxou” o ar deve ser usada para “soltá-lo”. Assim como todas as anteriores, essa técnica acalma porque faz com que você se concentre no momento presente.

Pais e Filhos, De Bem com a Vida.

Maria de Lourdes Batisa

Psicóloga Clínica

Presencial e online.

O que espero da vida?

Hoje, ao pensar no desenvolvimento da vida, nos sonhos, em como realizar este sonho, percebi que veio com estes pensamentos uma sensação de melancolia.

Comecei a olhar meus e-mails e encontrei este que quero partilhar com vocês.

O QUE A PRIMAVERA TRAZ PRA NÓS?
Ela representa o tempo da despedida das frias paisagens e do preparo para entrar no tons quentes do verão.

As flores são a marca principal da primavera. Vai embora o gelo, o cinza, o
tempo de recolhimento e a natureza se revela multicolorida. Nos mostra que a natureza resistiu aos tempos frios e agora se refaz.


Em nossas experiências podemos passar por momentos hibernais, em que tudo ao nosso redor está frio e aparentemente sem vida. Seja por situações de perdas, decepções ou pelo simples desaquecimento da vida.

Nesses períodos algo de muito belo pode acontecer, se optamos por
resguardar nossos dons preciosos, sem perdermos as esperanças. Vamos concentrando nossa energia, até que um dia uma nova brisa pode soprar e anunciar que o gelo vai derreter e a grama verde que havia por baixo dele irá se revelar.


A primavera convida: abra-se, permita-se, aproveite as oportunidades dessa brisa nova,relacione-se, sinta a beleza que há lá fora, deixe seu perfume único exalar de dentro para fora,não tema as abelhas, deixe que elas a toquem levemente e polinizem a vida!

Lindo demais, não é?

Fica aqui a minha dica de hoje, Abra-se e se permita, ser feliz.

Maria de Lourdes Batista

Psicóloga Clínica.

Como a Psicologia pode ajudar a sua Família ?

Primeiramente vocês como casal devem se perguntar: Do que a minha família precisa?

As vezes não se tem consciência de como está o relacionamento do casal. Isto poderá afetar os seus filhos. É importante perceber como eles tem se comportado, e que tipo de estado atual está seu lar. Ou seja, como tem sido o clima na minha família? Tenso ? de brigas,? cheio de negatividade?

Após verificar a situação atual, é preciso saber onde se quer chegar. E o primeiro ponto é entender o Valor da Família.

Você poderá pensar, mas isto eu já sei.

Daí te pergunto: será que sabe mesmo?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Podemos dizer que algo importante para a família e a inteligência emocional.

Há varias definições de inteligência emocional, gosto desta; a inteligência emocional se traduz na possibilidade do ser humano de aprender a lidar com as próprias emoções e usufrui-las em benefício próprio.

É na família que começamos a entender estas emoções. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
É na família que nós somos formados. O ser humano aprende por padrões e nós temos dois padrões básicos: a matriz pai e a matriz mãe.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Como isto acontece?

O filho aprende o que fazer e o que não fazer com os pais.
É na casa que a criança assume um papel e esse papel vai ter toda influência lá na frente.

Poderia citar vários casos de pessoas que tiveram sua estrutura machucada na infância e cresceram de forma disfuncional.
Poderíamos afirmar que a falta de contatos, afeto e outros causam a disfunção familiar e em consequência a falta de personalidade.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Por isso, a família é importante. É fundamental!

É a base.

O amor e o cuidado pela minha família foi um motor propulsor de ser psicóloga e a estudar os relacionamentos familiares e de como se dá o desenvolvimento da estrutura familiar.

Fiz muitos cursos de treinamento da inteligência emocional para aprender a lidar com as minhas próprias emoções e a usufruir disso em benefício próprio.

Aprendi que devemos conciliar o lado emocional e racional do cérebro, neutralizando as emoções negativas, que produzem comportamentos destrutivos e, então, potencializar as emoções positivas para gerar os resultados desejados.

Todo este percurso torna as relações mais saudáveis.

Maria de Lourdes Batista
Psicóloga
https://www.apsicologiaonline.com.br/blog/

Fica a Dica

#lembre Dicas não é consulta.

É Primavera !

Parece que as pessoas não estão acostumadas a perceber que as coisas também estão bem.

Recebi uma pergunta assim, e se não tiver mais problemas, doenças emocionas, psicopatologias, como os psicólogos vão desenvolver sua profissão?

Respondi que os psicólogos trabalham com a psicoeducação, com o processo de autoconhecimento, com orientação para ajudar os pais na educação dos filhos, nos relacionamentos de casais, dentre outras coisas.

Por isto, hoje, no início da Primavera quero falar do bem.

Veja que lindo o significado da palavra primavera.

Primavera significa : prima quer dizer primeira e ver quer dizer verdade então juntando as duas palavra fala-se primeira verdade Podemos dizer que temos o significado de vitória para a palavra Primavera.

Assim, a primavera simboliza um tempo de prosperidade

É o começo de um novo ciclo, que representa o “nascimento”.

É o período de regar nossos jardins e plantar sementes para o nosso processo de renascimento.

A primavera, como momento de florescimento, recomeço, clareza e iluminação, nos inspira a buscar um significado para a vida. 

É o momento de aprender a olhar nossos desafios como oportunidades de crescimento pessoal, ampliando nossa força interior e nossa fé. Neste momento em que a força de vida, a Terra e a natureza aparecem tão intensamente, ficamos motivados para fazer nossa vida se mover, depois das limitações e do recolhimento do inverno.

São tantos significados.

Vejam as margaridas .

A flor de margarida  simboliza a juventude,  o amor inocente e a sensibilidade. 
Esta delicada flor também representa a pureza, a paz, a bondade e  o afeto.

É um tempo lindo, vamos viver este momento intensamente.

E, se as coisas não estão bem para você mesmo sendo primavera, veja o que você precisa.

Maria de Lourdes Batista

https://www.youtube.com/watch?v=rrj19KS81wg

Como lidar com o preconceito?

O meu trabalho como psicóloga é ajudar os pais a terem relações mais saudáveis com os seus filhos.

Diante do meu percurso, percebi que um dos problemas são os conflitos das crianças e adolescentes, que acabam trazendo para o sistema familiar grandes dificuldades de interagir, ou seja de ter um ambiente saudável, ou até mesmo as tentativas que os pais tem de resolver as questões e não conseguindo acaba piorando o quadro. O que era um problema se torna uma dificuldade, e logo após se torna uma doença.

Entendendo os conflitos Familiares

Gosto de trabalhar com histórias para ilustrar os conflitos. Assisti o filme Crusch à Altura e achei muito oportuno o enredo do filme, leiam abaixo o resumo:

Filme : Crush à Altura

Nova comédia romântica,  Crush à Altura tem uma trama bem peculiar. O filme conta a história de Jodi, uma garota de 16 anos que tem dificuldades em se encaixar na escola – e em sua vida amorosa, pelo fato de ter 1,85 metro de altura e ser considerada extremamente alta.

Porém, tudo muda com a chegada de um estudante de intercâmbio sueco, que tem a mesma altura de Jodi e desperta um interesse romântico na garota. A trama de Crush à Altura gira em torno de Jodi tentando impressionar o rapaz enquanto enfrenta a concorrência das outras estudantes de seu colégio.

Nesta trama os pais não conseguiam ajudar sua filha, mas buscavam na tentativa de acertos e erros encontrar uma solução.

Ela tinha poucos amigos, e um gostava dela, somente era mais baixo do que ela.

E ai???

No desenvolvimento do filme a artista principal entendi que ser alta não interferia no seu namoro com alguém mais baixo, desde que houvesse uma boa relação, respeito e amor.

As vezes na vida real os adolescentes não tem um final feliz como neste filme.

Por isto pais, fiquem atentos de como ajudar os seus filhos a resolverem suas questões.

Fico por aqui.

Deixo a dica: entender o desenvolvimento do seu filho(a) é fator de prevenção ao uso indevido do álcool e outras drogas.

E também ajuda-o a não ficar parado na vida com medo do amanhã.

Pois o ansioso não vive bem o dia de hoje, esperando que o amanhã seja melhor.