Em tempos de crises

Recebi de uma amiga este texto: Se eu e você sabemos que vamos passar por crises, o que devemos é estar preparados. O que sempre digo é; se você sabe que em algum momento sua empresa pode entrar em crise, esteja preparado mesmo antes dela chegar. Faça um caixa e acumule recursos.
Se você percebe que seu casamento parece estar em crise, busque ajuda.
Assim como, se sei que vou passar por uma crise conjugal é importante acumular reservas, de carinho, memórias positivas, de gratidão e conexão.


Isto não é legal?


A mesma coisa na saúde.

Mesmo que eu adoeça, estou forte. Por estar constantemente me alimentando bem, fazendo exercícios e hábitos saudáveis, isso é acumular recursos.


A minha pergunta é ?

Você acumulou recursos financeiros, para que neste momento você não seja muito prejudicado pela crise?


Este texto me faz pensar, no como a fé, a esperança, a inteligência são importantes nestes momentos.


Desejo que você se organize para os tempos de crise.


Maria de Lourdes Batista

Curso básico Para Psicólogos

Terapias Expressivas – Teoria e Prática

100 % online

Grupo de 30 dias no Whatsapp

e ainda, participação no grupo  privado do Facebook, trabalhando a prática com os  mediadores expressivos que são as atividades expressivas artísticas. Vamos trabalhar a expressão plástica – pintura, desenho, escultura, modelagem, colagem.

O Curso Terapias Expressivas, Teoria e Prática  é inteiramente baseado na minha pesquisa sobre as técnicas de atendimento com os recursos expressivos para crianças, adolescentes, adultos e idosos. A fundamentação teórica esta no livro de  Marceli Ferraz e Liomar Quinto de Andrade.

O curso tem o objetivo de apresentar uma ferramenta, que vai te ajudar a rever sua prática clínica. Vai te auxiliar a refletir como você trabalha com  o seu cliente/paciente a resolver suas situações, para criar o apoio, para a sua expressão emocional, encontrando também o seu potencial criativo.

O que estou prestes a te revelar, literalmente mudou os meus resultados (e também pode mudar o seus). Desde que encontrei a  arte na minha vida compreendi melhor a minha existência. Procurei associar este aprendizado a minha profissão de psicóloga.  Por isto resolvi fazer este curso, o que vou te mostrar aqui, acredito que você não aprendeu na faculdade,  interpretação dos desenhos, as pinturas, uso das cores, trabalhar a intuição e a percepção, observando melhor o  como se dá a experiência de cada pessoa,  possibilitando ao cliente/paciente revelar as suas dores e também  o seu potencial. O desenho como linguagem para a  arte e para a ciência, é uma técnica, é um instrumento de conhecimento, como meio de comunicação e de expressão.

Quais os benefícios do curso?

Acredito que todo psicólogo em alguns momentos de sua prática clínica, se deparou com alguma dificuldade, algum entrave com o processo terapêutico de algum cliente/ paciente. O Curso vai alargar os horizontes de sua prática. Você vai conhecer os mediadores expressivos, os tipos, as atividades expressivas, as correntes, veja o exemplo – o tipo: lúdico – atividade:  jogos de aprendizagem,  corrente: Ludoterapia.

Quem pode participar ?

Psicólogos e estudantes do 8º período de psicologia.

Qual o conteúdo programático ?

Módulo I  –  Conhecendo as modalidades de expressões artísticas dentro de um processo terapêutico

Módulo II – Compreendendo as Linguagens Artísticas, para melhor compreender o mediadores expressivos. 

Módulo III  – A História das Terapias Expressivas.

Qual referencial teórico ?

Arte educação, Psicanalise, Gestalt terapia, Terapias Expressivas Integradas. Desenvolvimento humano.

Maria de Lourdes Batista

Psicóloga, Arte Educadora, Psicopedagoga e especialista em Dependência Química.

A realidade dos fatos, a verdade descrita.

Quem realmente vai escutar o grito de socorro?

Quando terminei de ver a minissérie Inacreditável”, na Netflix, refleti sobre a sociedade em que vivemos, e principalmente a organização que temos.

A diferença que é do profissional que deseja resolver a situação e daquele que não quer se envolver. E abafa o caso.

Há muito casos abafados.

Vejam o resumo:

A ideia que a série passa é de que há uma diferença entre a abordagem de policiais masculinos e femininos em casos de abuso sexual e estupros.

O ponto crucial de Inacreditável é como os policiais e detetives designados originalmente para o caso de Marie usam táticas de interrogatório e informações ruins, desgastando-a até o ponto em que ela parece achar que seria mais fácil se ela apenas disser que mentiu sobre ser estuprada. Além disso, ela começa a ficar perturbada com toda a situação, fazendo com que sua credibilidade fosse questionada ainda mais.

A história de Marie não é um caso isolado: a violência sexual ainda é comumente tratada com uma negligência que beira a hostilidade.

Paralelos mais recentes ao caso de Marie também não faltam, surgindo em coberturas da mídia e na literatura acadêmica nos anos que se seguiram à denúncia de estupro feita por ela.

De 2009 a 2014, o Departamento de Polícia do Condado de Baltimore arquivou 34% das denúncias de estupro recebidas como sendo falsas ou carentes de embasamento. Essa porcentagem em si já seria um dado perturbador, mas é ainda mais chocante constatar como se chegou nisso: o departamento muitas vezes descartava as denúncias sem sequer ter seguido o protocolo básico de encarregar um detetive especializado em crimes sexuais de entrevistar a suposta vítima (…).”

Mediante a dor desta personagem que foi baseada em fatos reais, me pergunto: o que leva uma pessoa a desacreditar no ser humano?

Eu prefiro acreditar na mentira das pessoas até que elas consigam falar a verdade.

Julgar que o outro está mentindo, ajuda-o a ser pior do que ele já está.

Assista e tire suas conclusões.

Vida leve, com autoconhecimento

É uma ferramenta ainda de Orientação Profissional.

O Curtigrama é uma ferramenta de autoconhecimento que consiste num diagrama relativo aos nossos gostos e ações, àquilo que “curtimos”. 
Em geral, o Curtigrama é utilizado com a finalidade de entender aquilo que nos agrada ou não, para ir delineando um caminho para uma escolha profissional ou outras escolhas.

Assim vamos entendendo melhor que ocupações mais se aproximam de quem somos.

É uma ferramenta que mede como está a nossa utilização do tempo: se estou me dedicando mais ao que gosto ou estou mais preso a coisas que não me agradam? Estou conseguindo equilibrar o relógio da vida?

É simples de se fazer.

Como mostra a tabela acima, divida uma folha de papel em 4 quadrantes. 
No campo “Gosto e Faço”, você escreverá todas as coisas que você gosta e faz no cotidiano. Inclua seus hobbies, as atividades de trabalho que lhe dão prazer, enfim, aquilo que você se sente bem fazendo e que costuma incluir no dia a dia.
Dentro do campo “Não gosto e Faço”, podem estar algumas obrigações que precisamos continuar fazendo. Pode ser um momento de avaliação também. 

Em seguida no Curtigrama, vem o campo “Gosto e Não faço”. Sabe aquelas atividades que você adora, mas acaba deixando de lado pelas desculpas? Então, elas entram aqui.

Perceba depois quais as que você sabota, que vai deixando tudo para depois…
O campo “Não gosto e Não faço” pode dar uma boa ideia daquilo que não tem mesmo nada a ver com você.

Ou até quem sabe, se você quiser ser um pouco mais ousado(a), trará uma dimensão de habilidades a desenvolver!


Então, que tal se conhecer melhor e refletir sobre você através do Curtigrama? Espero que faça bom proveito dessa ferramenta!

Fonte: Juliana Garcia.

Auto suporte, o que é?

Escolhi este tema devido aos posts que coloquei nas minhas redes sociais e que me levou a uma reflexão pessoal. 

A palavra suporte refere-se desde o aspecto emocional – buscar desfazer-se da dependência emocional do outro – até aspectos objetivos – mobilizar a energia necessária para correr atrás de seus objetivos de vida por conta própria.

Um exemplo comum, utilizado pelo psicólogo Perls (1977), refere-se ao fato dos  pais de querer “dar tudo” a seus filhos. Apesar de a intenção ser boa, de que não falte nada a seus filhos para que possam desenvolver plenamente suas possibilidades, esta atitude deve ser pensada com cautela.

Oferecer sempre tudo aquilo que os filhos desejam não permite que eles se frustrem e, por consequência, além de crescerem acreditando que sempre vão conseguir tudo o que querem sem esforço, também não irão desenvolver nenhuma autoconfiança, pois não aprenderam a fazer as coisas sozinhos, e provavelmente não acreditam que conseguem.  Assim, essa criança se tornará um adulto sem auto suporte, necessitando buscar o apoio de que necessita externamente, nas outras pessoas.

Um dos pontos que pela minha prática ficar  bem prejudicado é a afetividade.

E como anda a nossa afetividade? Com essa pergunta iniciamos um processo de autoconhecimento sobre a  vida afetiva e seus entraves (impedimentos, problemas) .

O autoconhecimento e a Autorresponsabilidade caminham juntos.

1.Ter uma vida em ordem. E o que é ter uma vida em ordem? Pelos meus atendimentos este é um sonho de toda pessoa, ter uma vida calma, com mais equilíbrio  nos relacionamentos, na vida profissional, social e uma reeducação alimentar para um físico saudável. Ser mais compreensivo(a), algo que é difícil de se viver.

2.Ter conhecimento de suas dificuldades,  e ter uma vida com vários contatos e manter um relacionamento saudável no seu casamento. Esta é uma meta de centenas de pessoas.

3. Casamento. Ter uma vida afetiva, os conflitos são tantos, e a solução estão nos detalhes. Este é um dos problemas que deixam as pessoas ansiosas, frustradas, pois nem sempre é fácil uma vida a dois.

4. Os desafios diários.

Na construção dos relacionamentos,  os desafios fazem parte, nem sempre sabemos como vencer.

Lembre-se busque força interna, ela vai estabelecer suas energias para que seus relacionamentos sejam saudáveis.

Ansiedade: O que é?

Quais os seus sintomas?

Sabia que a ansiedade é sua aliada e possui um papel muito importante na sua vida?

O real problema é quando ela sai do controle e acaba fazendo o contrário, prejudicando sua vida, afastando pessoas ou até te impedindo de alcançar seu potencial máximo. Qualquer pessoa em qualquer estagio da vida, pode desenvolver esse problema.

ansiedade é uma emoção caracterizada por um estado desagradável de agitação interior, muitas vezes acompanhada de comportamento nervoso, como o de se embalar de trás para a frente. É o sentimento desagradável de terror por eventos antecipados, tal como a sensação de morte iminente. Cada dia mais o aumento de pessoas com esse problema aumenta, e cada vez mais pior, a ansiedade pode atrapalhar sua vida de diversas formas. Por isso, devemos nós dedicar um tempo para saber quando á algo de errado com nossa saúde física e mental.

A ansiedade pode manifestar de diversas formas no nosso dia a dia, veja a seguir:

Desejo de controlar situações e pessoas.

Dificuldades para dormir.

Sentir agitação e raiva.

Intolerância e incertezas

Preocupação em excesso

Descontrole emocional.

Quando eu devo procurar um psicologo?

Nem sempre percebemos uma eventual deterioração na qualidade da nossa saúde psíquica no dia a dia. A explicação está no fato de que degeneração do nosso bem-estar pode ser um processo lento.

Ou seja, mesmo com a convicção de que podemos contornar bem alguns incômodos que atrapalham a nossa qualidade de vida, ainda assim devemos considerar que tratar a saúde mental é uma medida preventiva.

São inúmeros os motivos que podem levá-lo a buscar esse tipo de suporte profissional. Relacionamos abaixo os mais comuns. Confira abaixo.

Profissão: Dificuldades no ambiente de trabalho. Dificuldade com gestor. Dificuldades em se sentir realizado.

Família: Dificuldade com o pai, dificuldades com os filhos, dificuldade de compreender laços familiares.

Relacionamento: Problemas amorosos com o parceiro, medo de se relacionar, dificuldades no namoro ou casamento, sentimento de carência.

Comportamento: Mudança de comportamento, compreensão sobre comportamento, melhorar aspectos, compreender sobre o funcionamento interno.

Autoconhecimento: Á pratica de se conhecer melhor faz com que as pessoas tenham mais controle de suas emoções, independente de serem positivas ou não.

WhatsApp chat