Hibridismo na arte, a leitura de imagens no mundo contemporâneo 

O projeto Hibridismo na Arte

Hibridismo na arte, a leitura de imagens no mundo contemporâneo – .

Projeto –
Colagem Surrealista e o uso das Tecnologias
Baseado nas Colagens surreais do artista Marcelo Montreal

12a. PRIMAVERA DOS MUSEUS

“ CELEBRANDO A EDUCAÇÃO EM MUSEUS”

PROGRAMAÇÃO

Dia 17/08  – segunda feira

 Horário:  9:00 horas

Local:      Centro Turístico e Cultural “ João Robson de Castro” – CETUC

Avenida Tancredo Neves, 326  Centro

Auditório “ Dimas de Oliveira”

  • Abertura da 12a. Primavera dos Museus com o tema : “Celebrando a Educação em Museus”
  • Apresentação de Poemas e Poesias por membros da ACADSAL Academia de Letras de Santo Antônio do Monte
  • Apresentação Musical da Escola Musical Encantos de Arlene Tavares

Dias 18/08  – terça feira- Horário : 9:00

Local:     Centro de Memória Municipal “ Dr. José de Magalhães Pinto”

Avenida Coronel Amâncio Bernardes ,181 Centro

  • Abertura da Exposição  de Colagens Surrealista com o tema: “Hibridismo na Arte, a  leitura de imagem no mundo contemporâneo, um projeto da Professora e Psicóloga Maria de Lourdes Batista, com os alunos do 3o. Ano da Escola Estadual Padre Paulo.
  • Visitação por alunos de Escolas Estaduais , Municipais e Particulares nos Espaços do Centro de Memória  Municipal “ Dr. José de  Magalhães Pinto”
  • Visitação por alunos de Escolas Estaduais ,Municipais e Particulares no Casarão do Padrinho Vigário – Museus Sacro Monsenhor Otaviano”

Dias 18/08 a 21/08  – terça feira a sexta feira

 Horário: 9:00 àas 11:00 hs

               12:00 às 16:00 hs

Local: Av. Coronel Amâncio Bernardes , 181 Centro

 Visitação a Exposição  de Colagens Surrealista com o tema: Hibridismo na Arte, a  leitura de imagem no mundo contemporâneo, um projeto da Professora e Psicóloga Maria de Lourdes Batista, com os alunos do 3o. Ano da Escola Estadual Padre Paulo

  • Visitação por alunos de Escolas Estaduais , Municipais e Particulares nos Espaços do Centro de Memória  Municipal “ Dr. José de  Magalhães Pinto”

 Dias 18/08  a 21/08  – terça feira a sexta feira

 Horário: 9:  às 11:00 hs

13:00 às 15:00 hs

Local:  Rua Vigário Alexandrino, 126 – Bairro Monsenhor Otaviano

 Visitação por alunos de Escolas Estaduais ,Municipais e Particulares no Casarão do Padrinho Vigário – Museus Sacro Monsenhor Otaviano”

Dias: 18/08   terça feira e 19/08  quarta feira

Horários: 13:00 às 15:00 hs

Local :  Centro Turístico e Cultural “ João Robson de Castro” – CETUC

Avenida Tancredo Neves, 326  Centro

Auditório “ Dimas de Oliveira”

  • Oficina de Colagem e fotografia Fauvista, com a Professora e Psicóloga Maria de Lourdes Batista com o tema  Hibridismo na Arte, a  releitura do Patrimônio Cultural,. As inscrições serão feitas pelas escolas  pois o número  de participantes será 

Dia: 22  sábado

Horário : 8:00 às 12:00 hs

Local:  Centro Turístico e Cultural “ João Robson de Castro” – CETUC

Avenida Tancredo Neves, 326  Centro

Auditório “ Dimas de Oliveira”

 Exposição de Trabalhos feitos nas Oficinas realizadas durante a 12a. Primavera de Museus pela Professora e Psicóloga Maria de Lourdes Batista

  • Exposição “Hibridismo na Arte”, a  leitura de imagem no mundo contemporâneo . Colagem e fotografia surrealista da Professora e Psicóloga Maria de Lourdes Batista de alunos do 3o. Ano da Escola Estadual Padre Paulo.
  • Encerramento da 12a. Primavera de Museus

O poder das redes sociais

Em pleno ano de 2018, difícil é encontrar alguém que não use nenhuma rede social. Essa tecnologia que a cada dia vem ganhando mais espaço em nossas vidas, com suas inovações, cresce mais e nos deixa por vezes mais dependentes desse meio.

Você já se imaginou sem seu celular? Whatsapp? Facebook? Instagram?

Como foi que essas redes sociais, ganharam tanto poder sobre nossas vidas, a ponto de mudar tanto a nossa forma de comunicação e relacionamentos?

Em tempos de correria, tantos afazeres, compromissos, obrigações, qualquer coisa que nos dê um pouco de praticidade e comodidade já nos fascina e nos aprisiona.  E mesmo  que inconscientemente, nos deixamos levar, pelo simples fato de podermos resolver tudo com mais praticidade, seja pelo celular  ou pelas redes sociais.

Por  vezes, esquecemos do valor que tem uma conversa, um olho no olho, uma presença física, um gesto de carinho presencial. Ficamos tão deslumbrados com o poder da internet que muitas coisas passam despercebidas ao nosso redor.

Saiba que filhos, pais, avós, esposas, maridos, por muitas vezes são deixados de lado, pelo vício que nos cerca. Por vezes eles querem um diálogo, um olho no olho, pedem socorro, e nós estamos tão ocupados com nossos celulares que nem se quer conseguimos notar.

Saiba que devido ao mau uso das redes sociais os índices de suicídio, depressão, entre outros… Tem aumentado gradativamente.

Diante de tudo, sabemos os  benefícios da internet. Encontramos muitas coisas produtivas, informações, adquirimos muitos conhecimentos. Mas VIGIE;  analise até onde tem sido bom e saudável,  onde tem privado os relacionamentos saudáveis, e também  uma boa convivência com os que te cercam.

Talvez nossos pais, avós, ainda não tiveram um contato com as redes sociais, por isso muitas vezes podem se sentir sozinhos, solitários, deslocados, necessitados de carinho e atenção.

Depoimento

”Já presenciei uma cena a qual me fez refletir. Duas irmãs, uma chegou na casa da outra. Uma não tinha contato com redes sociais, a outra por sinal era bem antenada. Tudo que a irmã conversava com a outra irmã antenada não obtinha respostas,  não  demonstrava interesse, por  vezes se ouvia uma resposta do tipo – a, é, aham, ata.  A irmã que estava tão ligada às redes sociais, nem se quer conseguia prestar atenção no que a irmã falava. Frustrada e aparentemente triste, aquela irmã foi embora.  E somente depois de meia hora a irmã notou sua ausência.“

Reflita, é esse tipo relacionamento que você quer ter?

Se não, comece a vigiar e a ter  aquele tempinho  precioso para realmente estar com alguém. Em um mundo tão tecnológico, vamos saber usufruir com sabedoria desse mundo. Vamos valorizar uma conversa, um olho no olho, um gesto de carinho presencial.

Assim, depois dessa reflexão pergunte a si mesmo: qual o valor da sua atenção para com o outro? E saiba que dependência excessiva por redes sociais tem de ser tratada.

Como a psicologia pode ajudar?

É preciso reconhecer o problema e procurar ajuda. A busca por um tratamento psicológico traz resultados positivos, pois o psicólogo auxilia o viciado a entender o que está acontecendo e o que o levou à necessidade tão grande de estar sempre conectado.

Seja por uma fuga da realidade, por dificuldade de relacionamentos reais ou até a busca pela perfeição, que muitas vezes se alcança apenas nas redes sociais. Descobrindo o motivo fica mais fácil de tratar e solucionar o problema. O psicólogo poderá conduzir o paciente a um equilíbrio. O equilíbrio e o autoconhecimento é a base para se viver bem e feliz.

27 de agosto, dia da Psicóloga

Deixo aqui os meus parabéns a todos os companheiros de profissão.

Um Obrigada a todos que valorizam e sabem a importância da psicologia nos dias atuais.

 

Depoimento de uma paciente.

“Fiz terapia durante 12 meses. No inicio tive muita dificuldade em me abrir, em aceitar as mudanças e a ouvir. Passado um tempo comecei a notar uma pequena melhora no meu jeito de agir e pensar diante de tantos problemas que estava passando. Pensei por muitas vezes desistir da terapia, mas me mantive firme. E quando minha psicóloga me deu alta, juro que queria continuar ali. Hoje vejo o quanto tudo valeu a pena, faria tudo de novo. Todos nós precisamos nos dar essa oportunidade. Hoje me sinto muito mais segura, apta a decidir corretamente. Vivo mais tranquila, feliz e leve. Dou ao problema o tamanho que ele realmente tem.”.

 

 Quem tem comandado sua mente?

Use o poder de sua mente a seu favor

Quem tem comandado sua mente?

Você tem usado a sua mente a seu favor?

Tudo tem início na mente, um pensamento positivo ou negativo pode dizer muito sobre você, e pode também, te conduzir por um caminho ao qual, você queira ou não trilhar.   Limpe sua mente de toda a manipulação dos outros e da sociedade, de situações tóxicas também.

ABRA sua mente para receber coisas que vão te acrescentar, seja na sua vida, na sua família e no seu ambiente de trabalho.

Pense positivo!  Pense por você!

 Seja aquele que tem o controle da sua mente. Ela não pode, e nem deve ser controlada pelos  pensamentos dos outros. Ela pode intervir em tudo, sejam em relacionamentos, situações inusitadas, problemas e até mesmo em sua saúde. Saiba que tudo tem dois caminhos, dois lados e cabe a você decidir, se quer um caminho leve ou pesado, fácil ou difícil. Nos dias atuais, tem sido mais fácil reclamar da vida, dos problemas… Você já pensou em mudar o seu jeito de agir e pensar?

Tenha ciência, que se você tem motivos para reclamar, também tem para agradecer. Portanto, comece a abrir sua mente e veja as coisas boas ao seu redor, perceba também o valor das  pequenas coisas. As coisas tem o tamanho que você enxerga.

Busque inspiração nas pessoas.

Veja que ao seu redor, existem pessoas com problemas maiores que o seu e nem por isso só enxergam o problema. Procure ver o lado bom das pessoas, busque exemplos em pessoas em que você vê verdade e felicidade, que saibam conviver com os problemas, sem que eles se tornem tudo de  negativo.

Tudo que você  absolver, automaticamente transparecerá nas suas atitudes. Tenha  coisas boas e seja  produtivo. Se sua mente vive atribulada, negativa, solitária, sua saúde também irá transparecer isso.

Não perca o controle. Elimine os traumas, elimine a dependência, busque autoconhecimento, autocontrole e auto responsabilidade.

Busque ajuda para lidar com todas as situações de seu dia. Fale, expresse, tenha alguém para conversar e te ajudar a ter uma mente saudável, forte e positiva.

http://Acesse: http://www.apsicologiaonline.com.br/atendimento-online/

CARÊNCIA AFETIVA

O ato de dar ou receber carinho, amor e ter afeto por alguém representa a capacidade de nos relacionarmos com o outro. Existindo, pessoas que são incapazes de dar ou receber carinho, e outras que exageradamente se tornam dependentes do outro para ser feliz.  Uma pessoa carente afetivamente, faz com que sua felicidade e tristeza esteja ligada única e exclusivamente com a relação que tem com o outro, seja pai, mãe, namorado (a), esposa (o).  Depositar todas as  suas expectativas no outro pode ser frustrante para você e um peso na vida do outro.

Tudo que somos hoje, nossas ações, emoções, estão ligadas a qualidade de nossas relações primárias, lá quando somos crianças e desenvolvemos nossa primeira relação de afeto, amor e carinho, muitas vezes pelos nossos pais.

Com isso podemos ver dois fatores de carência afetiva.

  • Quando crianças, o excesso de carinho e cuidado pode fazer com que gere uma dependência em nossos pais, o qual não sabemos se quer tomar decisões sem o auxilio deles, futuramente isso pode se manter e além de ter dependência dos pais, podemos ter do namorado (a), da esposa (o) e dos filhos…  Fazendo com que sempre busquemos nos outros algo para ser feliz e completos.
  • Por outro lado, está a falta de cuidado quando criança, o abandono, que pode fazer com que sejamos incapazes de dar ou receber o afeto que não tivemos na infância. Um trauma que se arrasta por uma vida adulta, dificultando os relacionamentos.
  • O trauma psicológico é um tipo de dano emocional que ocorre como resultado de um algum acontecimento. Pressupõe uma experiência de dor e sofrimento emocional ou físico.

Alguns sintomas em comum de carência afetiva:

  • Zelo em excesso;
  • Ciúmes desmedidos;
  • Necessidade de atenção;
  • Dependência emocional;
  • Submissão;
  • Medo e fobias;
  • Falta de objetivos pessoais;
  • Inferioridade;
  • Incapacidade de dar e receber.

Se você se identifica com alguns quesitos, saiba como tratar a carência. Para tudo tem uma solução.

Aprenda a ficar sozinho, a se sentir bem com sua própria companhia, a confiar mais em você, a perdoar, eliminar da sua mente traumas passados.

Saiba amar muitas pessoas de formas diferentas, não dependa único e exclusivamente de uma só pessoa para ser feliz. Dependa de você, busque depositar suas expectativas em você e busque também supri-las.

Ame-se , você e capaz de amar o outro com todos os seus defeitos e qualidades, então você é capaz de se amar como esta hoje.

Reconheça-se, reconheça seu valor, suas conquistas, seu papel no ambiente de trabalho, em casa e no mundo. Dê presentes a você, agrade-se, mime-se. Dê a você tudo aquilo que busca dar ao outro, desde um simples elogio a uma viagem de férias.

A carência afetiva está enraizada no desejo de suprir vazios interiores, por falta de amor próprio. Se você quer começar a se amar, precisa olhar para você e para sua história de vida e eu sei como lhe ajudar.

Caso não consiga sair sozinho dessa situação  busque ajuda.

Acesse: http://www.apsicologiaonline.com.br/atendimento-online/

 

Psicologia – Terapias Expressivas

Post para psicólogos que trabalham com as terapias expressivas. A autora Viola Spolin trabalha com jogo teatral e no texto descrevo sobre a Experiência Criativa.

A EXPERIÊNCIA CRIATIVA  

“Todas as pessoas são capazes de atuar no palco. Todas as pessoas são capazes de improvisar. As pessoas que desejarem são capazes de jogar e aprender a ter valor no palco.  Aprendemos através da experiência, e ninguém ensina nada a ninguém. Isto é válido tanto para a criança que se movimenta inicialmente chutando o ar, engatinhando e depois andando, como para o cientista em suas equações.

Se o ambiente permitir, pode-se aprender qualquer coisa, e se o indivíduo permitir, o ambiente lhe ensinará tudo o que ele tem para ensinar. “Talento”ou “falta de talento” tem muito pouco a ver com isso.    Devemos reconsiderar o que significa “talento”. É muito possível que o que é chamado comportamento talentoso seja simplesmente a capacidade individual para experenciar. Deste ponto de vista, é no aumento da capacidade individual para experenciar que a infinita potencialidade de uma personalidade pode ser evocada.

  Experenciar é penetrar no ambiente, é envolver-se total e organicamente com ele. Isto significa envolvimento e todos os níveis: intelectual, físico e intuitivo. Dos três, o intuitivo, que é o mais vital para a situação de aprendizagem, é negligenciado.

A intuição é sempre tida como sendo uma dotação ou uma força mística possuída pelos privilegiados somente. No entanto, todos nós tivemos momentos em que a resposta “simplesmente surgiu do nada” ou “fizemos a coisa certa sem pensar”. Às vezes em momentos como este, precipitados por uma crise, perigo ou choque, a pessoa “normal” transcende os limites daquilo que é familiar, corajosamente entra na área do desconhecido e libera por alguns minutos o gênio que tem dentro de si. Quando a resposta a uma experiência se realiza no nível intuitivo, quando a pessoa trabalha além de um plano intelectual constrito, ela está realmente aberta para aprender.

O intuitivo só pode responder no imediato – no aqui e agora. Ele gera suas dádivas no momento de espontaneidade, no momento quando estamos livres para atuar e inter-relacionar, envolvendo-nos com o mundo à nossa volta que está em constante transformação.

Através da espontaneidade somos re-formamos em nós mesmos. A espontaneidade cria uma explosão  que por um momento nos libera de quadros de referência estáticos, da memória sufocada por velhos fatos e informações, de teorias não digeridas e técnicas que são na realidade descobertas dos outros. A espontaneidade é um momento de liberdade pessoal quando estamos frente a frente com a realidade e a vemos, a exploramos e agimos em conformidade com ela. Nessa realidade, as nossas mínimas partes funcionam como um todo orgânico. É o momento de descoberta, de experiência, de expressão criativa.

Tanto a “pessoa média” quanto a “talentosa” podem ser ensinadas a atuar no palco quando o processo de ensino é orientado no sentido de tornar as técnicas teatrais tão intuitivas que sejam apropriadas pelo aluno. É necessário um caminho para adquirir o conhecimento intuitivo. Ele requer um ambiente no qual a experiência se realize, uma pessoa livre para experenciar e uma atividade que faça a espontaneidade.

 

Mais informações: http://www.apsicologiaonline.com.br/produto/tecnicas-expressivas-com-adolescentes/

Porque tememos a solidão?

O primeiro ponto a ser visto é: “A solidão conduz ao sentimento de um vazio, sentimo-nos sozinhos e indesejados.”Será que o sentimento de rejeição ele provoca esses sentimentos: vazio existencial, estar só e não ser amado.

“No mundo de hoje, a privação de sono se tornou um problema comum que afeta mais de um terço da população mundial devido às longas jornadas de trabalho, às atividades noturnas e ao aumento da dependência de eletrônicos” Feng.

No mundo atual, somos pessoas que temos dificuldades de dormir, ou seja, descansar, relaxar, desligar-se.  Às vezes buscamos alternativas para que tenhamos uma noite de descanso, mas as vezes não alcançamos nosso objetivo. Dai vem a frustração, ou sintoma de solidão.

SOLIDÃO É…Vamos entender o que é solidão, o dicionário diz que solidão é: Uma profunda sensação de vazio, de isolamento, sensação de desconexão.

 Solidão e Solitude.

 A linguagem criou a palavra solidão para expressar a dor de estar sozinho. E criou a palavra Solitude  para  expressar a glória de estar sozinho” (Tillich)

Nascemos sós, vivemos sós e morremos sós. A Solitude é nossa verdadeira natureza, mas não estamos cientes dela. Por não estarmos cientes, permanecemos estranhos a nós mesmos e, em vez de vermos nossa Solitude como uma imensa beleza e bem-aventurança, silêncio e paz, um estar à vontade com a existência, a interpretamos erroneamente como solidão.

Para que possamos compreender esse processo de solidão e solitude precisamos de autoconhecimento e Autorresponsabilidade.

Tome decisões.

Vivemos num momento difícil, onde tudo parece rápido demais. Vivemos em um mundo dominado por imagens, a todo o instante somos surpreendidos por elas, em casa, no trabalho, nas ruas, imagens sedutoras que  tentam a todo custo influenciar nosso comportamento.

Muitas pessoas andam dizendo que felicidade é algo muito particular, pois cada um tem uma definição para felicidade, será que isso é verdade? Sua vida não é o que você diz que ela é, e sim o que é percebido, visto e presenciado na prática. Não adianta você dizer que é um bom pai e que seus filhos são felizes se você não dedica tempo, e tempo de qualidade, a eles.

Então, um dos passos para tomar decisões acertadas é buscar informações e ter atitudes de mudanças de qualidade.

Veja esse depoimento:

“Não acredite que é só agir para ter  sucesso. Por mais de 13 anos eu agi consistentemente, porém sem sabedoria e sem conhecimento. Durante 13 anos da minha vida tive muito poucos fins de semana e muito pouco descanso. Trabalhei desesperadamente de 12 a 14 horas por dia e não conquistei absolutamente nada. Eu me desgastei e até adoeci pela combinação de trabalho intenso e falta de  descanso. Então, não acredite que sucesso é só acordar cedo e trabalhar duro. É necessário trabalhar com dedicação e empenho, porém, se as ações não forem sábias e efetivas, você se mexerá muito e não sairá do lugar.” Paulo Vieira.

A felicidade pode estar na sua frente esse tempo todo, dependendo apenas de uma questão de “mudança de perspectiva” para poder enxerga-la, um frase simples, mas cheio de significados, abra os olhos, busque perceber o que está em seu redor. Somos pessoas simples, em comparação à imensidão que nos rodeia. Devemos aproveitar todas as oportunidades que nos são dadas para aprendermos e contemplarmos as belezas da vida e saber viver.

Estou convencido das minhas próprias limitações – e esta convicção é minha força.
Mahatma Gandhi

Tente fazer escolhas, mesmo que erradas, aprenda com elas, faça a sua história a partir delas, busque viver o momento presente. Tente ser feliz apesar das dores.

Cocaína e Depressão

A primeira informação, que se faz necessária para entender essa questão, é que as vezes é difícil para os usuários entender , que essa substância causa euforia intensa e rápida para logo em seguida promover uma depressão profunda.

O que é droga?

Para a Organização Mundial da Saúde (OMS), droga é qualquer substância química que altera a função biológica.

O que é a cocaína?

A cocaína é uma substância natural, extraída das folhas de uma planta encontrada exclusivamente na América do Sul, a Erythroxylon coca, conhecida como coca ou epadu, este último nome dado pelos índios brasileiros. A cocaína pode chegar até o consumidor sob a forma de um sal, o cloridrato de cocaína, o “pó”, “farinha”, “neve” ou “branquinha”, que é solúvel em água e serve para ser aspirado (“cafungado”)ou dissolvido em água para uso intravenoso (“pelos canos”, “baque”), ou sob a forma de base, o crack, que é pouco solúvel em água, mas que se volatiliza quando aquecida e, portanto, é fumada em “cachimbos”.

Efeitos tóxicos 

A tendência do usuário é aumentar a dose da droga na tentativa de sentir efeitos mais intensos. Em  quantidades maiores acabam por levar o usuário a comportamento violento, causa  irritabilidade, tremores e atitudes bizarras devido ao aparecimento de paranoia (chamada entre eles de “nóia”).  Eventualmente, podem ter alucinações e delírios. A esse  conjunto de sintomas dá-se o nome de “psicose cocaínica”. Além dos sintomas  descritos, o craquero e o usuário de merla perdem de forma muito marcante o interesse sexual.

Efeitos sobre outras partes do corpo

Os efeitos provocados pela cocaína ocorrem por todas as vias (aspirada, inalada,endovenosa). Assim, o crack e a merla podem produzir aumento das pupilas , que prejudica a visão; é a chamada “visão borrada”. Ainda pode provocar dor no peito, contrações musculares, convulsões e até coma. Mas é sobre o sistema cardiovascular que os efeitos são mais intensos. A pressão arterial pode elevar- se e o coração pode bater muito mais rapidamente (taquicardia). Em casos extremos, chega a produzir parada cardíaca por fibrilação ventricular. A morte também pode ocorrer devido à diminuição de atividade de centros cerebrais que controlam a respiração. O uso crônico da cocaína pode levar a degeneração irreversível dos músculos esqueléticos, conhecida como rabdomiólise.

 

Busque ajuda!

Muitas vezes, devido ao consumo de droga, o usuário coloca em risco aspectos importantes de sua vida, tais como família, emprego, saúde. Além disso pode não perceber os problemas decorrentes deste uso ou mesmo negá-los. Nesses momentos, não é raro os membros da família apresentarem sentimentos de raiva ou impotência frente ao usuário ou a situação. Essas ocasiões deveriam se transformar em buscas de ajuda em unidades de saúde, conversas com um profissional e pessoas de referência na sua comunidade, adesão a grupos de ajuda e cursos.

Atendimento Online

  Veja o vídeo que mostra o funcionamento da cocaína no sistema nervoso central

WhatsApp chat